Ligue: (16) 3969-9797
titulo

Na hora de saborear uma cerveja, sempre ficamos em dúvida na escolha de um petisco ou prato. Afinal, o que pode ser harmonizado com cerveja? Acredite, quando o assunto é cerveja e gastronomia não há limites para ousar.

É possível a combinação de diversos estilos da bebida com uma série de sabores, dos mais simples aos mais sofisticados, incluindo as sobremesas.

Conceitos básicos

Há três conceitos básicos de harmonização gastronômica de cervejas, mas eles não são os únicos. A palavra-chave para não errar é uma só: equilíbrio.

  • Harmonização por semelhança: os elementos comuns como doçura, acidez, notas frutadas ou tostadas são somados e assim intensificados, garantindo uma explosão de aroma e sabor. Exemplo: cerveja cítrica com torta de limão.
  • Harmonização por corte: aqui as cervejas exercem funções de amenizar ou anular características específicas presentes no prato. Cervejas carbonatadas, lupuladas ou alcoólicas cortam a gordura e limpam o paladar antes da próxima garfada, por isso o ideal é pensar em pratos complexos e queijos fortes.
  • Harmonização por contraste: características diferentes entre o prato e a cerveja se chocam e criam um terceiro sabor. Exemplo: cerveja com corpo maltado e adocicado pode harmonizar muito bem com um prato salgado.

Para ficar mais fácil, separamos algumas dicas de harmonização de acordo com o estilo da cerveja.

Anote aí:

Pilsner: a leveza característica permite harmonizações com alimentos leves e comidas de boteco não muito complexas. Aposte em queijos leves e jovens, frutos do mar e pratos a base de frango.

Weiss ou Weizen: as cervejas de trigo alemãs são coringa na hora de harmonizar. Caem bem com saladas leves, comida japonesa, peixes brancos, aves e queijos suaves, mas vale arriscar algo mais inusitado, como uma comida mexicana. A alta carbonatação garante a limpeza do palato.

IPA – India Pale Ale: o estilo lupulado e com amargor destacado combina muito bem com comidas gordurosas, pois o lúpulo corta a gordura. Harmoniza com hambúrguer e comidas apimentadas.

Rauchbier: as cervejas defumadas combinam com assados, feijoadas, churrascos e pratos mais complexos e gordurosos.

Vienna Lager: o adocicado característico em perfeito equilíbrio com o lúpulo cria uma combinação interessante com pratos condimentados como salsichas e embutidos.

Porter ou Stout: estes estilos com características sensoriais similares são uma boa pedida para pratos tradicionais da culinária inglesa e irlandesa, como o fish and chips e irish stew. Também vai bem com sobremesas a base de chocolate.